domingo, 24 de novembro de 2013

Billy Gibbons X Seasick Steve










                      X








O objetivo de um guitarrista, ou qualquer músico em geral, é sempre crescer, e evoluir. Eu gosto muito desse processo de aprendizagem, só que nunca me empolguei muito com os métodos convencionais de estudo. Eu acho eles pouco criativos, e muitas vezes chatos. E música não pode ser chato, senão perde o sentido.
  Então, na busca de formas pra aumentar os conhecimentos, comecei a comparar músicos diferentes, tentando entender melhor a personalidade deles. Fazendo comparações você consegue ver o que é importante no estilo de cada um, e absorver algumas coisas pro seu próprio estilo. Além disso, é uma forma de começar a falar sobre histórias legais relacionadas a esses caras aqui no blog, então vamos analisar esses dois velhos bluesman pra começar:


Billy Gibbons

 O bom e velho Gibbons vem liderando o ZZ Top há algumas dezenas de anos(sim, fiz isso pra enfatizar). E continua sendo um dos melhores. Quem já ouviu o último lançamento, o "La Futura" ? Os timbres estão bem "fuzzy", tem riffs, solos e refrões bem legais. Espero conseguir ver esse cara ao vivo algum dia - bem que podia ter show do ZZtop aqui em São Paulo ano que vem.

 Seasick Steve

 Pra quem não conhece Seasick Steve...  Só vou dizer que o cara é um excelente músico, toca e canta muito bem, compõe bem e lançou ESSE ANO um disco e tanto chamado "Hubcap Music", que é um cara que tocava nas ruas, já rodou o EUA e a Europa fazendo isso e só ficou conhecido há pouco tempo, depois de participar de um programa de TV.


 Para comparar os estilos desses caras vou dividir esse post em 3 partes. Lá vamos nós:

1.Guitarras

 Eu já fiz alguns posts sobre guitarras especiais aqui, vide Slash - A guitarra do Appetite e Sergio Dias - Mutantes e é um assunto que sempre vai ser central no blog, afinal estamos aqui pra isso! Tanto Seasick Steve quando Billy Gibbons são caras que possuem guitarras "únicas".


 A principal guitarra de Gibbons (das muitas que ele utiliza) é uma Gibson Les Paul 59. Bem, pra quem não conhece nada sobre essa Les Paul, vou dizer que a Les Paul 59 é considerada o Santo Graal das guitarras por muitos músicos e luthiers renomados.
Billy G. nomeou sua guitarra de Pearly Gates, e ela é a guitarra que ele usa em todas as gravações do ZZtop. Ao vivo, Gibbons não utiliza essa guitarra, pois a considera muito valiosa para levar para a estrada. Porém sabemos que ao vivo ele utiliza equalização para deixar o som de suas outras guitarras com o som mais próximo possível da Pearly Gates. Veja ao lado Gibbons empunhando a Pearly Gates.



 Seasick Steve não fica atrás quando o assunto é instrumento pessoal e único. Isso acontece porque ele usa instrumentos artesanais, geralmente usando sucata, e pasmem: o som é incrível.
 Seu último disco "Hubcap Músic" tem esse nome devido à guitarra usada nas gravações uma Hubcap Guitar. É uma guitarra muito parecida com as antigas guitarras feitas de caixa de charuto ( que Seasick Steve também usa), porém o corpo, ao invés de ser feito com caixa de charutos, é feito com calotas de rodas de carro, os hubcaps. Essa guitarra de Steve  possui 3 cordas em afinaçao aberta em G. E com esse instrumento, plugado em um Bassman, ele tira esse som nervoso que você pode ouvir no CD.


2.Play and Sing


Admiro ainda mais esses caras porque também faço isso, e acreditem, tocar e cantar junto é complicado. Quando você é o vocalista e o guitarrista, você  procura adaptar o seu jeito de tocar para que você não se atrapalhe, e geralmente as partes mais complexas na guitarra ficam entre as frases cantadas. Você também procura configurar o timbre da sua guitarra para complementar a sua voz, e não brigar com ela. É uma questão de adaptação que modifica a forma como você toca.


 Billy G. nesse sentido acredito ser mais tradicional, ele tem uma voz bem versátil que vai do agudo como em Legs até o grave cavernoso, como em La Grange. Suas bases são bem diretas apoiando bem sua voz; o timbre é agressivo, mas pode ficar mais suave se ele começa a cantar. Os riffs são calcados no blues, mas com muita influência também de riffs de rock.



Seasick Steve é ainda mais blueseiro, sua voz é predominantemente grave e, pra guitarra não encobri-la, ele muitas vezes dobra as frases vocais com a guitarra. Ele também utiliza muitas vezes guitarras com apenas 3 cordas, o que deixa o som menos cheio, e com mais espaço para sua voz. Geralmente essas guitarras são afinadas com afinações abertas, tipicas do blues e carregadas com muito uso do Slide para fazer riffs, solos ou simplesmente para fazer a guitarra "cantar" junto com ele.



 3. Barba Power trio

 É difícil não reparar na semelhança fisica, acho que com essa barba Seasick Steve seria um ótimo candidato para ser um quarto integrante do ZZtop.
 Brincadeiras à parte, ambos tocam em Power Trios. O ZZtop é uma das bandas mais tradicionais dos EUA e Seasick Steve nos últimos tempos vem gravando no formato power trio também. Em sua última tour, ele vem fazendo um som com ninguém mais ninguém menos que John Paul Jones no baixo.


 Por Fim

 Seasick é bem menos conhecido porém não menos talentoso que Gibbons. Pra seguirem nessa evolução musical procurem os discos de ambos, coloquem no MP3/Ipod/Celular e ouçam bastante. Aproveitem a jornada e tornem-se músicos ainda melhores.


Abraços e até a próxima