domingo, 29 de setembro de 2013

Masterclass - Vídeo Aula - Joe Bonamassa


Muito boa noite pessoal (bom dia ou boa tarde, dependendo da hora que você lê o post),

 Essa nova "sessão" do blog é uma ideia que tive para falar um pouco sobre técnica, ideias novas e evolução na forma de tocar guitarra.
 O objetivo é simples: compartilhar aqui no blog as vídeo-aulas que eu escolho pra praticar, quem sabe você não curte e decide pegar as dicas desse vídeo.


 Filipe, como você seleciona as vídeo-aulas pra estudar?

 Isso é muito simples... Pelo som! Não tem segredo, eu não estou me importando pras técnicas que são ensinadas, meu processo consiste em procurar no Youtube sobre "guitar lessons", assistir os videos e ver se algo me chama atenção sonoramente. A maioria das coisas não são aproveitáveis, porque ou são malabarismos ou o som não me empolga. Quando eu acho algo que eu ouço e me chama atenção eu sinto vontade de aprender a tocar aquilo, então eu começo a estudar a lição. Ah, já ia me esquecendo, eu também evito aulas longas, porque não consigo ficar meses estudando só a mesma coisa. Então prefiro videos curtos de 10 min. em média.

 Sobre o processo de estudo

Também não é muito complexo. A maioria das coisas eu vou tirando de ouvido, mas quando tem tablatura ajuda, principalmente nas partes mais rápidas.

Sobre o vídeo selecionado pra essa aula

Bem, este é um vídeo do Joe Bonamassa que parece ter sido gravado em um camarim ou quarto de hotel. Possui cerca de 10 min. de duração, e nele Bonamassa mostra ideias que usa pros seus solos.
 Se vocês buscarem mais coisas na net do Bonamassa vão achar umas vídeo-aulas mais antigas, porém estas não me interessam muito. Ao longo do tempo ele foi moldando seu estilo e é o som que ele tira hoje que me interessa. Eu fiquei fascinado pelas passagens de palhetada rápida usando um som encorpado e com pouco drive, como se tivesse um Q de jazz no som.
 Isso me fez rever como eu estava tocando diversas coisas, minha base está totalmente fundamentada nos ligados. Eu nunca fui um rapaz palhetador, mas depois desse vídeo repensei sobre essa questão, suei bastante a camisa e agora estou usando muito mais a palhetada alternada. Com certeza a palhetada foi a parte da aula em que tive mais dificuldade.
 Outra coisa que me ajudou muito nessa aula foi perceber que o timbre grave e com menos drive fica sensacional pra esse tipo de som. Então pela primeira vez o captador do braço da minha guitarra deixou de ser um enfeite e passou a ter uma finalidade real.

 Agora chega de papo e vamos ao vídeo:




 Algo além...

 Postar esta aula e tecer meus comentários seria já algo interessante, porém eu queria fazer algo além, então resolvi fazer o seguinte, fazer um solo improvisado usando as coisas que aprendi no vídeo (licks, timbres, etc...) mas dendro do MEU estilo de tocar.
 Eu acredito que essas aulas sirvam pra gente afiar nossa técnica, e absorver algumas idéias, porém nosso estilo pessoal é só nosso, então o que fazemos é aprender algumas coisas, e incrementar nosso próprio som com algumas delas, dando uma abordagem pessoal pras ideias de outra pessoa. Espero que curtam, o vídeo abaixo demonstra isso:



 Por hoje é só, vejo vocês em breve com um novo assunto.